O que há de novo
Bem-vindos ao Avensat

Junte-se a nós agora para obter acesso a todos os nossos recursos. Depois de registrado e logado, você poderá criar tópicos, postar respostas a tópicos existentes, dar reputação a seus colegas, obter seu próprio mensageiro particular e muito mais. Também é rápido e totalmente gratuito, então de que estás á espera?

Jovem mãe foi estrangulada e violada na cama onde o filho estava a dormir

Lordelo

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
712
Reaction score
36
Pontos
28
Idade
71

Um homem entrou em casa de uma jovem mãe, em Warrington, Inglaterra, estrangulou-a até ela desmaiar e, depois, violou-a. Ao lado, na cama, estava um dos filhos menores da vítima.




Daniel Delooze terá entrado na casa através de uma porta destrancada às primeiras horas da madrugada. Quando a mulher se apercebeu do intruso, este já estava ao lado da sua cama.


A vítima revelou em sede de tribunal que, enquanto era estrangulada, conseguia ouvir o agressor falar, mas só percebeu a palavra "matar".


Durante o ataque que a mulher descreveu como "horrorizante", os seus filhos estavam a dormir, mas um deles estava logo ali ao lado, na mesma cama que a mãe.


A mulher acabou por desmaiar e foi violada. Quando acordou, pelas 6h da manhã, percebeu que tinha mais de 20 ferimentos por todo o corpo, incluindo lesões no pescoço, na mandíbula, no peito, nos braços e nas pernas.


Daniel Delooze foi mais tarde identificado pela polícia, já que deixou vestígios de ADN no pijama da mulher, no edredão e numa camisola.


Ainda em sede de tribunal, a acusação acrescentou que a vítima entrou em contacto com a polícia assim que acordou e foi vista por um médico que confirmou que os seus ferimentos eram consistentes com uma tentativa de estrangulamento.


Os investigadores da polícia defendem que o agressor chegou a casa da mulher por volta das 2h da madrugada. As imagens de videovigilância mostram inclusive um homem encapuzado a fumar e a beber antes de entrar na casa da mulher.

IN:NM
 
Topo