O que há de novo
Bem-vindos ao Avensat

Junte-se a nós agora para obter acesso a todos os nossos recursos. Depois de registrado e logado, você poderá criar tópicos, postar respostas a tópicos existentes, dar reputação a seus colegas, obter seu próprio mensageiro particular e muito mais. Também é rápido e totalmente gratuito, então de que estás á espera?

Moto GP - GP de Portimão 2020

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
2,142
Reaction score
35
Pontos
48
Idade
48
Miguel Oliveira foi o mais rápido na primeira sessão de treinos em Portimão


Miguel Oliveira foi esta manhã o piloto mais rápido na primeira sessão de treinos livres para o GP Portugal, que decorreu em Portimão.

O piloto da Red Bull KTM Tech3 tirou o melhor partido da experiência e dos conhecimentos que tem da pista para fazer uma grande volta, já nos últimos minutos da sessão.

A Bola
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
2,142
Reaction score
35
Pontos
48
Idade
48
Miguel Oliveira em 13.º lugar no primeiro dia de treinos livres


O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou esta sexta-feira na 13.ª posição o primeiro dia de treinos livres do Grande Prémio de Portugal de MotoGP, 14.ª e última prova do Mundial, que decorre até domingo Autódromo Internacional do Algarve.

Oliveira, que tinha sido o mais rápido na sessão da manhã, melhorou quase 200 milésimos de segundo na sessão da tarde, rodando na sua melhor volta em 1.39,946 minutos, a 529 milésimos do mais rápido do dia, o francês Johann Zarco (Ducati).

Os 15 primeiros classificados acabaram separados por cerca de meio segundo na segunda sessão de treinos, depois de Miguel Oliveira ter sido o mais veloz na primeira, com 1.40,122 minutos, um recorde da pista de Portimão que agora foi batido por Zarco.

Para sábado estão previstas mais duas sessões de treinos livres e a de qualificação, dividida em duas partes.

A primeira (Q1), que reúne os 10 pilotos mais lentos da terceira sessão de treinos livres, e a segunda, com os restantes 10 pilotos mais os dois mais rápidos da Q1.

Após 13 corridas realizadas, Miguel Oliveira ocupa a 10.ª posição do Campeonato do Mundo de motociclismo de velocidade, com 100 pontos.

record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
2,142
Reaction score
35
Pontos
48
Idade
48
Miguel Oliveira direto à segunda qualificação no Grande Prémio de Portugal


Miguel Oliveira apurou-se este sábado diretamente para a segunda qualificação do Grande Prémio de Portugal, reservada aos 10 pilotos mais rápidos ao fim da terceira sessão de treinos livres.

O português da KTM Tech3 foi o segundo melhor, com o registo 1m39,330s, obtido na última volta rápida ao circuito, sendo a sexta vez esta temporada que salta logo para a Q2, agendada para esta tarde a partir das 14h35. Antes, a Q1 arranca às 14h10.

Jack Miller (Pramac Ducati) terminou na dianteira, com 1m39,205s, também mesmo no cair do pano.

O GP de Portugal, que se está a desenrolar em Portimão é a 14.ª e última prova do Mundial de MotoGP, cujo título está já entregue a Joan Mir (Suzuki), que falhou o acesso direto à Q2, tal como Franco Morbidelli (Yamaha SRT).

DesportoSapo
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
2,142
Reaction score
35
Pontos
48
Idade
48
MIGUEL OLIVEIRA CONSEGUE POLE POSITION!


Miguel Oliveira vai partir da pole position para o Grande Prémio de Portugal, em Portimão, o lugar ideal para conseguir a sua primeira pole no Moto GP.

O piloto português rodava em sétimo quando conseguiu passar Franco Morbidelli na última volta, já no minuto final, terminando com 1.38.08.

O piloto da Red Bull KTM Tech3 deixou Morbidelli a 44 milésimas e Jack Miller a 146 milésimas).

É o sétimo piloto diferente a conseguir uma pole esta época.

A Bola
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
2,142
Reaction score
35
Pontos
48
Idade
48
MIGUEL OLIVEIRA VENCE!


Miguel Oliveira teve um começo fulgurante do Grande Prémio MEO de Portugal, saindo da pole para liderar e vencer

O começo do português foi da tal modo eficiente que Oliveira terminou a primeira volta com 0,6s sobre Morbidelli, o seu perseguidor mais direto, seguido por Miller e Quartararo, com Espargaró a instalar-se atrás, perseguido por Rins, mas Crutchlow a subir a 4º a seguir.


Logo no começo, Mir viria colidir com Bagnaia que desistia com um número magoado, enquanto Oliveira ia fazer voltas referenciais no minuto 39 para construir um intervalo que à oitava volta era já de 3,3, enquanto atrás se desenvolvia uma boa luta entre Nakagami, Dovizioso e Márquez, que perseguiam Zarco e Rins para subirem no top 10.

Binder tinha abandonado e Quartararo estava de novo em dificuldades, e ia sendo ultrapassado para 13º juntando-se a Viñales e Rossi, que estavam nos últimos lugares pontuáveis.

A meio da corrida, a vantagem de Oliveira era já de quase 4 segundos mas o piloto a KTM, que tinha selecionado dois slicks Michelin duros frente e trás, não mostrava sinais de abrandar o ritmo, que a partir da 10ª volta era de 1:40, mantendo Morbidelli, mais preocupado com o vice campeonato, um distante segundo…
Um pouco mais atrás, Rins era atacado por Dovi e Nakagami e baixava para 10º com Miller a consolidar o título de construtores para a Ducati, um excelente presente para entrar na equipa de fábrica em a nota alta.

Mir viria mesmo abandonar com uma avaria e com Quartararo a baixar mesmo para 15º, Morbidelli e Miller estavam com mais de 7 segundos de vantagem a 4 voltas do final, enquanto Oliveira continuava sem cometer um erro e aumentara mesmo a vantagem para 4,5 segundos, para controlar nas últimas voltas e vencer pela segunda vez este ano!

MotorSport
 
Topo