O que há de novo
Bem-vindos ao Avensat

Junte-se a nós agora para obter acesso a todos os nossos recursos. Depois de registrado e logado, você poderá criar tópicos, postar respostas a tópicos existentes, dar reputação a seus colegas, obter seu próprio mensageiro particular e muito mais. Também é rápido e totalmente gratuito, então de que estás á espera?

Rally Dakar 2022

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Al-Attiyah e Daniel Sanders são os primeiros líderes


O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) e o australiano Daniel Sanders (Gás Gás) são os primeiros líderes nos automóveis e nas motas, respetivamente, após a disputa do prólogo da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno.
Nas motas, Daniel Sanders completou os 19 quilómetros do prólogo entre Jeddah e Há'il com um minuto de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilla (Honda), segundo classificado, e 1.55 face ao piloto do botsuana Ross Branch (Yamaha), terceiro.

O argentino Kevin Benavides (KTM) foi quarto, a dois minutos do vencedor, numa etapa com quatro construtores nos quatro primeiros lugares.

O barcelense Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi o melhor dos portugueses, ao terminar na 11.ª posição, a 3.05 minutos do australiano.

Nos automóveis, Nasser Al-Attiyah confirmou o favoritismo, ao gastar 10.56 minutos para completar o prólogo, batendo o espanhol Carlos Sainz, num Audi elétrico, por apenas 12 segundos.

O sul africano Brian Baragwanath (Century Racing) surpreendeu, ao fechar os lugares do pódio, a 36 segundos do vencedor.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Sanders e Al-Attiyah vencem novamente e cimentam liderança


O australiano Daniel Sanders (Gás Gás), em motas, e o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota), em carros, venceram este domingo a segunda parte da primeira etapa do rali Dakar de todo-o-terreno, cuja 44.ª edição começou no sábado, na Arábia Saudita.
Sanders concluiu os 334 quilómetros da especial cronometrada em redor da localidade de Há'il com o tempo de 4:38.40 horas, deixando o segundo classificado, o chileno Pablo Quintanilla (Honda), a 3.07 minutos.

O austríaco Mathias Walkner (KTM) foi o terceiro, a 11.06 minutos do mais rápido do dia.

O alentejano António Maio (Yamaha) é, para já, o melhor português, ao ter terminado provisoriamente na 15.ª posição do dia, a 36.50 minutos do vencedor.

Na geral, Sanders tem agora 1.47 minutos de vantagem sobre Quintanilla, com o britânico Sam Sunderland (Honda) em terceiro, a 4.23, enquanto Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) é o melhor luso, na nona posição, a 8.39.

Nos automóveis, Nasser Al-Attiyah foi o mais rápido, com o tempo de 3:30.53 horas, deixando o francês Sébastien Loeb (BRX) na segunda posição, a 12.44 minutos.

O sul-africano Giniel de Villiers (Toyota) foi o terceiro, a 33.33 minutos do qatari.

O francês Stéphane Peterhansel (Audi), um dos favoritos à partida, sofreu problemas mecânicos no seu Audi elétrico e perdeu muito tempo à espera da assistência.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Loeb vence segunda etapa nos carros e motas têm novo líder



O francês Sébastien Loeb (BRX) venceu esta segunda-feira a segunda etapa da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, na qual o britânico Sam Sunderland (GasGas) chegou à liderança das motas e Rui Gonçalves (Sehrco) chegou a liderar.
Loeb concluiu os 338 quilómetros cronometrados da etapa nos automóveis com o tempo de 3:25.00 horas, deixando o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) na segunda posição, a 3.28 minutos, e o saudita Yazeed Al-Rajhi (Toyota) em terceiro, a 8.41 minutos.

Al-Attiyah tem, agora, 11.55 minutos de vantagem sobre o antigo campeão mundial de ralis, que é segundo na classificação geral.

Nas motas, o dia começou com o português Rui Gonçalves ao ataque. O piloto transmontano chegou a ter 5.56 minutos de vantagem à passagem do primeiro controlo, ao quilómetro 40.

No terceiro controlo, tinha 35 segundos, acabando a etapa em 12.º lugar, a 13.48 minutos do vencedor, o espanhol Joan Barreda (Honda), que conquistou o 28.º triunfo em etapas na carreira, sendo o terceiro mais vitorioso, a cinco dos franceses Cyril Despres e Stéphane Peterhansel, que têm 33.

Sam Sunderland foi o segundo classificado, a 5.33 minutos de Barreda, seguido do argentino Kevin Benavides (KTM), a 5.54 minutos.

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi o melhor português, ao fechar o dia na sexta posição, a 10.18 minutos do vencedor.

Com estes resultados, Sam Sunderland é o novo líder, com 2.51 minutos de vantagem sobre o francês Adrien van Beveren (Yamaha) e 3.29 minutos sobre o anterior comandante, o australiano Daniel Sanders (GasGas).

Pelo caminho ficou já o italiano Danilo Petrucci devido a problemas mecânicos na sua KTM ao quilómetro 115, tendo requisitado resgate aéreo à organização da prova devido à impossibilidade de reparar a avaria.

Sanders teve hoje um dia negativo, cedendo 24.58 minutos na etapa, que deveria ter sido a primeira parte de uma etapa maratona, mas que, devido à chuva, acabou por ser uma etapa tradicional, obrigando ao cancelamento da tirada do Dakar Classic.

Na terça-feira, disputa-se a terceira etapa da competição, em Al Qaysumah, com 255 quilómetros cronometrados.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Carlos Sainz vence nos carros e Al-Attiyah é mais líder


O espanhol Carlos Sainz (Audi) conquistou esta terça-feira a 40.ª vitória no rali Dakar de todo-o-terreno, ao ser o mais rápido na terceira etapa de carros da 44.ª edição, em Al Qaisumah, na Arábia Saudita.
O piloto espanhol gastou 2:26.51 horas, deixando o sul africano Henk Lategan (Toyota) no segundo lugar, a 38 segundos, com o francês Stéphane Peterhansel (Audi) em terceiro, a 1.41 minutos.

O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) foi hoje o oitavo classificado, a 5.10 minutos do espanhol, mas reforçou a liderança da prova, pois o francês Sébastien Loeb (BRX) cedeu 33 minutos para o vencedor devido a dois furos.

Al-Attiyah tem, agora, 37.40 minutos de vantagem sobre Loeb, que é segundo, e 42.06 minutos sobre o argentino Luciano Alvarez (Toyota), que é terceiro.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Joaquim Rodrigues vence 3.ª etapa do Dakar'2022



À terceira etapa, a primeira vitória portuguesa no Dakar'2022. O autor da proeza foi Joaquim Rodrigues Jr., que esta terça-feira foi o mais rápido na especial entre Al Qaisumah e Al Qaisumah, com 255 quilómetros. O piloto da Hero completou a jornada em 2:34.41 horas, deixando o australiano Toby Price (KTM) a 1.03 e o norte-americano Skyler Howes (Husqvarna) a 1.26.

Esta foi a primeira vitória portuguesa numa etapa do Dakar desde a edição de 2016, ano no qual Paulo Gonçalves e Hélder Rodrigues venceram uma tirada cada, isto ainda na América do Sul, mas também a primeira do próprio Joaquim Rodrigues Jr. na competição, marcando também a estreia de triunfos da marca Hero no Dakar, em seis presenças.

Joaquim Rodrigues Jr. manteve um duelo intenso com o australiano Daniel Sanders (GasGas), que acabou por ceder nos quilómetros finais, terminando em quarto, a 2.55 minutos do português. Com estes resultados, o português subiu cinco posições, para o 13.º posto, a 37.43 minutos do primeiro classificado, que continua a ser o britânico Sam Sunderland (KTM), que hoje foi 13.º.

Sunderland lidera com quatro segundos de vantagem sobre o francês Adrien Van Beveren (Yamaha) e 1.30 minutos sobre o austríaco Mathias Walkner (KTM), segundo e terceiros na classificação geral das motas, respetivamente.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Nasser Al-Attiyah ganha quarta etapa nos automóveis


O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) venceu esta quarta-feira a quarta etapa dos carros no rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita, depois de uma penalização de dois minutos ao saudita Yazeed Al-Rajhi (Toyota) por excesso de velocidade.
Desta forma, Nasser Al-Attiyah viu ser-lhe creditada a 44.ª vitória da carreira no Dakar, na quarta etapa da 44.ª edição da prova, que se disputa até dia 14 de janeiro.

"Preferia não ser o primeiro em pista na etapa de amanhã [quinta-feira]", lamentou Al-Attiyah, pois os carros partem antes das motas.

O piloto da Toyota gastou 3:54.40 horas para cumprir os 465 quilómetros cronometrados entre Al Qaisumah e Riade, na Arábia Saudita, deixando o francês Sébastien Loeb (BRX) na segunda posição, a 25 segundos.

"Prefiro partir atrás dele do que à frente, pois na etapa de quinta-feira não vamos ter as motas a partir antes de nós e a deixar marcas em pista", frisou Loeb.

Em terceiro lugar acabou o espanhol Carlos Sainz (Audi), que viu partir-se uma peça da transmissão traseira do seu RS e-Tron elétrico, que lhe terá roubado a vitória no troço.

"Foi uma pena, porque vínhamos em posição de vencer", sublinhou o madrileno, de 59 anos.

O dia ficou ainda marcado pelas avarias do sul africano Henk Lategen (Toyota), do espanhol Nani Roma (BRX) e do francês Stéphane Peterhansel (Audi), que precisaram de esperar pelo camião de assistência para continuar, perdendo muito tempo.

O dia foi de azar também para o navegador português Filipe Palmeiro, que viu o seu piloto, o lituano Benediktas Vanagas, capotar o Toyota em que seguiam, sem aparentes consequências físicas.

Já Miguel Barbosa (Toyota) foi 43.º na etapa de hoje, a 1:22.28 horas do vencedor.

Com estes resultados, Nasser Al-Attiyah tem, agora, 38.05 minutos de vantagem sobre Sébastien Loeb, que é segundo, e 49.15 sobre Yazeed Al-Rajhi, que é terceiro.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Rui Gonçalves sobe a terceiro na etapa por penalização de Petrucci


O português Rui Gonçalves (Sherco) subiu esta quarta-feira uma posição na quarta etapa do rali Dakar de todo-o-terreno, ao terceiro posto, depois de o italiano Danilo Petrucci (KTM) ter sofrido uma penalização de 10 minutos por excesso de velocidade.
Rui Gonçalves, que tinha terminado inicialmente em quarto, após os 465 quilómetros cronometrados de hoje, entre Al Qaisumah e Riade, termina, assim, no pódio, a 7.59 minutos do vencedor, o espanhol Joan Barreda (Honda).

O piloto espanhol teve uma jornada de ataque, recuperando quase 10 minutos para o líder, o britânico Sam Sunderland (GasGas), somando o segundo triunfo nesta 44.ª edição, 29.º na carreira, estando a apenas quatro do recorde de 33 detido pelos franceses Cyril Despres e Stéphane Peterhansel.

Barreda também foi penalizado em um minuto por excesso de velocidade, mas, mesmo assim, manteve a vitória, com 3.37 minutos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilla (Honda), que foi segundo.

Sam Sunderland, que foi sexto na tirada, mantém o comando, agora com 3.00 minutos de vantagem sobre o austríaco Mathias Walkner (KTM) e 4.54 sobre o francês Adrien van Beveren (Yamaha), que é terceiro.

Rui Gonçalves, com o resultado de hoje, subiu ao 38.º lugar, a 2:07.22 horas do líder.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Lategan vence pela primeira vez nos carros


O sul-africano Henk Lategan (Toyota) venceu esta quinta-feira a quinta etapa em automóveis da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, que se disputa até ao dia 14 na Arábia Saudita.
Lategan conquistou a primeira vitória na carreira na prova, ao gastar 3:53.28 horas para cumprir os 404 quilómetros cronometrados em redor de Riade, percorridos apenas pelos automóveis, pois, pela primeira vez, o percurso foi diferente para motas e carros (amanhã, sexta-feira, inverte-se a ordem).

O francês Sébastien Loeb (BRX) foi o segundo classificado, a 1.58 minutos de Lategan, e aproximou-se da liderança da prova, com o argentino Luciano Alvarez (Toyota) a fechar os lugares do pódio, a 2.10 minutos.

O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota), que abriu hoje a pista, foi apenas oitavo classificado e perdeu quase três minutos para Loeb na luta pela vitória.

O dia também não correu bem ao espanhol Carlos Sainz (Audi), que viu a suspensão traseira do seu e-Tron elétrico ceder, perdendo mais de uma hora, antes de retomar a marcha depois de o companheiro de equipa, o francês Stéphane Peterhansel (Audi), ter parado em pista para lhe ceder as peças necessárias.

Al-Attiyah mantém a liderança da prova, agora com 35.10 minutos de vantagem sobre Sébastien Loeb, que é segundo, e 51.15 sobre Alvarez, o terceiro.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Danilo Petrucci vence quinta etapa após penalização a Toby Price


O italiano Danilo Petrucci (KTM) alcançou esta quinta-feira a vitória na quinta etapa entre as motos do rali todo-o-terreno Dakar'2022, beneficiando da penalização de seis minutos imposta ao australiano Toby Price (KTM), que tinha sido o mais rápido.
O antigo piloto de MotoGP venceu a tirada de 346 quilómetros, em redor a Riade, em 03:32.46 horas, menos dois segundos do que o Ross Branch (Yamaha), do Botswana, e menos cinco do que o chileno Jose Ignacio Cornejo (Honda), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Price foi penalizado em seis minutos, por excesso de velocidade, 'caindo' para o quinto lugar, a 1.46 de Petrucci, que, na quarta-feira tinha perdido o terceiro lugar para o português Rui Gonçalves, então devido a uma sanção de 10 minutos, pelo menos motivo.

Mesmo com estas alterações na classificação da etapa, António Maio (Yamaha) manteve-se como o melhor português, mas na 16.ª posição, a 09.34 minutos de Petrucci, com Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) em 19.º.

O britânico Sam Sunderland (GasGas) permanece na liderança, apesar de ter sido 13.º na jornada de hoje, com 2.29 minutos de vantagem sobre o austríaco Mathias Walkner (KTM) e 5.59 sobre o francês Adrien van Beveren (Yamaha), que é terceiro.

Joaquim Rodrigues perdeu duas posições, caindo para 20.º, enquanto António Maio é 23.º e Rui Gonçalves 33.º.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Orlando Terranova vence nos carros e Nasser mais líder


O argentino Orlando Terranova (BRX) venceu esta sexta-feira a sexta etapa dos carros da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, disputada em Riade, na Arábia Saudita, num dia em que o qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) reforçou o comando.
Terranova concluiu os 346 quilómetros cronometrados com o tempo de 3:06.45 minutos, deixando o sueco Mathias Ekstrom (Audi) no segundo lugar, a 1.06 minutos, com o saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota) em terceiro, a 1.49 minutos.

O francês Sébastien Loeb (BRX) sentiu dificuldades durante a etapa e perdeu 21.31 minutos, baixando ao terceiro lugar, por troca com Al Rajhi, que é, agora, segundo classificado, a 50.19 minutos do qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota).

Loeb é o terceiro da geral, a 50.25 minutos do líder.

O dia voltou a não correr bem ao espanhol Carlos Sainz (Audi), que contou novamente com a ajuda do francês Stéphane Peterhansel (Audi), depois de ter ficado parado durante a especial.

Os pilotos beneficiam, no sábado, de um dia de descanso.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
6.ª etapa das motas neutralizada ao quilómetro 101 com percurso... intransitável


A organização neutralizou esta sexta-feira a sexta etapa das motas da 44.ª edição do Rali Dakar de todo-o-terreno, em Riade, devido à destruição do percurso previsto.
Na quinta-feira, pela primeira vez na história da prova, os automóveis e as motas enfrentaram percursos diferentes, trocando entre si no dia de hoje.

Mas a passagem dos concorrentes dos automóveis e camiões e as chuvas que afetam aquela região da Arábia Saudita tornaram o percurso que as duas rodas deveriam percorrer hoje intransitável.

Assim, a organização optou por neutralizar a etapa no primeiro ponto de abastecimento, ao quilómetro 101, depois de muitas queixas dos pilotos relativas à segurança.

O piloto do Botsuana Ross Branch (Yamaha) foi um dos apanhados nas 'armadilhas' do traçado, desistindo após queda que lhe provocou lesões na mão direita. Foi transportado aos serviços médicos do acampamento pela organização.

No segundo e último ponto de controlo por que passaram as motas, ao quilómetro 81, o australiano Daniel Sanders (GasGas) liderava a classificação, com 1.26 minutos de vantagem sobre o austríaco Mathias Walkner (KTM) e 1.47 sobre o líder da geral, o britânico Sam Sunderland (GasGas), vencedor da edição de 2017.

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) seguia na 11.ª posição, Rui Gonçalves (Sherco) em 15.º e António Maio (Yamaha) em 21.º.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Sébastien Loeb vence 7.ª etapa do Dakar nos carros e sobe ao segundo lugar na geral


O francês Sébastien Loeb (BRX) venceu este domingo a sétima etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, entre Riade e Al Dawadimi, na Arábia Saudita, e recuperou a segunda posição.
Loeb gastou 3:09.32 horas para percorrer os 401 quilómetros cronometrados, deixando na segunda posição o líder da geral, o qatari Nasser al-Attiyah (Toyota), a 5.26 minutos, e o espanhol Carlos Sainz (Audi) em terceiro, a 7.43 minutos.

Na geral, Al-Attiyah tem, agora, 44.59 minutos de avanço para Loeb e 53.31 sobre o saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota), que baixou ao terceiro lugar.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Sam Sunderland ganha oitava etapa e recupera liderança em motos


O piloto britânico Sam Sunderland (GasGas) venceu hoje a oitava etapa das motos no rali Dakar de todo-o-terreno e recuperou a liderança da competição, perdida na véspera.
Sunderland concluiu os 395 quilómetros cronometrados entre Al Dawadimi e Wadi ad Dawasir, na Arábia Saudita, em 3:48.02 horas, deixando na segunda posição o chileno Pablo Quintanilla (KTM), a 2.53 minutos, com o austríaco Mathias Walkner (KTM) a ser terceiro, a 4.11.

O português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) ocupa, provisoriamente, a oitava posição na etapa, a 9.58 minutos do vencedor, enquanto Rui Gonçalves (Sherco) foi 14.º e António Maio (Yamaha) 22.º.

Na geral, Sunderland recuperou o comando da classificação das motas, perdido na véspera, até porque o anterior líder, o francês Adrien van Beveren (Yamaha), teve de abrir a pista e foi apenas nono, a 10.21 minutos.

Sunderland lidera, com o tempo de 27:38.42 horas, tendo, agora, 3.45 minutos de vantagem sobre Mathias Walkner e 4.43 sobre Van Beveren.

Joaquim Rodrigues Jr. ocupa, provisoriamente, a 15.ª posição, enquanto António Maio é 25.º e Rui Gonçalves 27.º.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Ekström vence etapa nos automóveis e Loeb ganha tempo ao líder


O sueco Mathias Ekström (Audi) venceu esta segunda-feira a oitava etapa dos automóveis do rali Dakar de todo-o-terreno, entre Al Dawadimi e Wadi ad Dawasir, na Arábia Saudita, conquistando o primeiro sucesso na prova.
O piloto do elétrico e-tron gastou 3:43.21 horas para cumprir os 395 quilómetros cronometrados, batendo o companheiro de equipa, o francês Stéphane Peterhansel (Audi), por 49 segundos, com o também francês Sébastien Loeb (BRX) em terceiro, a 3.08 minutos.

Com este resultado, Loeb recuperou cerca de sete minutos face ao líder da classificação geral, o catari Nasser Al-Attiyah (Toyota), que hoje foi 10.º classificado.

Al-Attiyah manteve o comando da prova, agora com 37.58 minutos de vantagem sobre Loeb e 53.13 sobre o saudita Yazeed al-Rajhi (Toyota).

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Cornejo vence nona etapa nas motas, Walkner sobe à liderança


O chileno Jose Ignacio Cornejo (Honda) venceu esta terça-feira a nona etapa das motas na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, em Wadi Ad-Dawasir, num dia em que o austríaco Mathias Walkner (KTM) ascendeu à liderança.
Cornejo gastou 2:29.30 horas para cumprir os 287 quilómetros cronometrados da etapa em torno de Wadi Ad-Dawasir, deixando o argentino Kevin Benavides (KTM) na segunda posição, a 1.26 minutos e o norte-americano Ricky Brabec (Honda) em terceiro, a 1.47.

O austríaco Mathias Walkner foi quarto classificado na tirada, a 2.06 do vencedor, mas ascendeu ao comando da classificação, pois o anterior líder, o britânico Sam Sunderland (GasGas), perdeu tempo a abrir a pista e foi, provisoriamente, 14.º classificado.

Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 11.º colocado, a 6.43 minutos do vencedor, Rui Gonçalves (Sherco) foi 16.º, a 8.31, e António Maio (Yamaha) foi 22.º, a 10.52.

Na classificação geral, Walkner tem, agora, 2.12 minutos de vantagem sobre Sunderland e 3.56 minutos sobre o francês Adrien van Beveren (Yamaha), que é terceiro posicionado.

Joaquim Rodrigues Jr. mantém, para já, o 15.º lugar, a 1:16.30 horas do líder, António Maio subiu a 24.º, a 2:12.06 horas, e Rui Gonçalves é 26.º, a 2:29.31 horas.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
De Villiers ganha nona etapa nos carros, Al-Attiyah mais líder


O sul-africano Giniel de Villiers (Toyota) venceu esta terça-feira a nona etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, em Wadi Ad-Dawasir, enquanto o catari Nasser Al-Attiyah (Toyota) consolidou a liderança.
De Villiers gastou 2:23.08 horas para cumprir os 287 quilómetros cronometrados de hoje, deixando o compatriota e companheiro de equipa, Henk Lategan (Toyota) a apenas nove segundos, na segunda posição.

O líder da classificação geral, Nasser Al-Attiyah, foi terceiro posicionado, a 1.04 minutos do vencedor, ganhando 1.07 minutos ao francês Sébastien Loeb (BRX), que foi quinto.

Loeb, nove vezes campeão mundial de ralis, foi multado pela organização por ter perdido uma roda suplente durante a etapa de segunda-feira, a oitava, escapando a uma penalização em tempo.

Já De Villiers chegou a ser penalizado em cinco horas, por ter atropelado um concorrente das motas e não ter parado para lhe prestar assistência nos primeiros dias de prova, mas a penalização acabaria por ser retirada, depois de os comissários analisarem o sistema de segurança (sentinel) e verificarem que o sinal emitido era bom mas não ótimo.

Desta forma, de Villiers é, agora, quinto classificado, a 1:45.01 horas do líder, Nasser Al-Attiyah.

O piloto catari tem 39.05 minutos de vantagem sobre o segundo classificado, Sébastien Loeb, e 58.44 minutos sobre o terceiro, o saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota).

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Vitória de Price nas motas, Van Beveren reassume liderança



O australiano Toby Price (KTM) venceu esta quarta-feira a 10.ª e antepenúltima etapa da 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, num dia em que o francês Adrien van Beveren (Yamaha) regressou ao comando da prova nas motas.
Price gastou 3:05.32 horas para cumprir os 375 quilómetros cronometrados entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino Luciano Benavides (Husqvarna) foi segundo, a 2.09 minutos de Price, com Adrien van Beveren a ser terceiro, a 3.35 minutos, resultado que lhe valeu o regresso ao comando da prova.

O português Rui Gonçalves (Sherco) foi hoje oitavo classificado, a 6.49 minutos e a apenas 20 segundos do quinto lugar. Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi 14.º classificado, a 8.36 minutos, e António Maio (Yamaha) foi 17.º, a 10.39.

O espanhol Joan Barreda (Honda) tinha terminado, inicialmente, na terceira posição, mas uma penalização de 4.00 minutos atirou-o para nono, atrás de Rui Gonçalves.

Na geral, Adrien van Beveren recuperou a liderança que já tinha tido após a sétima etapa, agora com o tempo de 33:27.06 horas e com 5.59 minutos de avanço sobre o britânico Sam Sunderland (GasGas), que hoje perdeu 11 minutos e não foi além da 19.ª posição na etapa.

O chileno Pablo Quintanilla (KTM) é terceiro, apesar de hoje ter sido penalizado em dois minutos, estando a 6.15 minutos do primeiro lugar.

O anterior líder, o austríaco Mathias Walkner (KTM), perdeu mais de 15 minutos a abrir a pista e caiu para quarto da geral, a 8.24 minutos.

Joaquim Rodrigues subiu mais um lugar e é, agora, 14.º, a 1:00.02 horas do líder, enquanto António Maio é 23.º e Rui Gonçalves 24.º.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Peterhansel vence nos carros e aproxima-se do recorde de Vatanen


O francês Stéphane Peterhansel (Audi) venceu hoje a 10.ª e antepenúltima etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, chegando aos 49 triunfos na prova, a um do recorde do finlandês Ari Vatanen.
Este foi o primeiro triunfo de Peterhansel na presente edição da prova, tendo deixado o segundo classificado, o espanhol Carlos Sainz (Audi), a 2.06 minutos, após os 375 quilómetros cronometrados, entre Wadi Ad Dawasir e Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino Orlando Terranova (BRX) foi terceiro, a 3.59 minutos de Peterhansel, que é o recordista de vitórias absolutas, com 14 (seis em motas e oito em carros).

O qatari Nasser Al-Attiyah (Toyota) ficou com a liderança um pouco mais curta, depois de ter começado o dia com uma penalização de cinco minutos, devido ao faço de ter percorrido parte da etapa de terça-feira com os cintos de segurança mal apertados (durante menos de dois minutos).

Hoje, foi sétimo classificado e cedeu 1.25 minutos, além da penalização, ao francês Sébastien Loeb (BRX), que foi quinto na tirada e está na segunda posição da geral, a 32.40 minutos do líder.

O saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota) é terceiro classificado, a 55.48 minutos.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Carlos Sainz vence etapa pela 41.ª vez e Loeb ganha tempo ao líder


O espanhol Carlos Sainz (Audi) venceu esta quinta-feira a 11.ª e penúltima etapa dos automóveis na 44.ª edição do rali Dakar de todo-o-terreno, enquanto o francês Sébastien Loeb (BRX) voltou a ganhar tempo ao líder, o catari Nasser Al-Attiyah (Toyota).
Sainz, vencedor das edições de 2010, 2018 e 2020, conquistou a 41.ª vitória em etapas na prova, segunda da presente edição, ao concluir os 345 quilómetros cronometrados de hoje, em Bisha, na Arábia Saudita, em 3:29.32 horas.

Sébastien Loeb foi segundo, a 2.21 minutos, e ganhou mais 4.21 minutos ao líder, Nasser Al-Attiyah, que foi apenas sétimo classificado. O argentino Lúcio Alvarez (Toyota) foi o terceiro classificado do dia, a 3.10 minutos de Sainz.

Com estes resultados, Al-Attiyah tem, agora, 28.19 minutos de vantagem sobre Loeb e 1:03.43 horas sobre o saudita Yazeed Al Rajhi (Toyota), terceiro classificado da geral.

Record
 

benfas69

Platina
Staff member
Moderador Avensat
Entrou
Mai 17, 2020
Mensagens
7,620
Reaction score
43
Pontos
48
Idade
49
Benavides vence etapa, Rodrigues Jr. em terceiro e Sunderland novo líder em motos


O argentino Kevin Benavides (KTM) venceu hoje a 11.ª e penúltima etapa das motas do rali Dakar de todo-o-terreno, enquanto o português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) foi terceiro e o britânico Sam Sunderland (GasGas) voltou à liderança.
Benavides, que tinha desistido na véspera com o motor da sua KTM partido, usou o 'joker' disponível para regressar à competição, de forma a ajudar a equipa, e foi o mais rápido nos 345 quilómetros desenhados em redor da localidade de Bisha, na Arábia Saudita.

O argentino concluiu a penúltima etapa da 44.ª edição da prova com o tempo de 3:30.56 horas, deixando Sam Sunderland na segunda posição, a apenas quatro segundos, com o português Joaquim Rodrigues Jr. (Hero) em terceiro, a 2.26 minutos.

Com estes resultados, Sam Sunderland recuperou a liderança da prova, com 6.52 minutos de vantagem sobre o chileno Pablo Quintanilla (Honda) e pode ter dado a machadada final na luta pela vitória.

O austríaco Mathias Walkner (KTM) é terceiro, a 7.15 minutos, enquanto o francês Adrien van Beveren (Yamaha) caiu de primeiro para quarto, depois de hoje ter sido apenas 15.º.

O português Joaquim Rodrigues subiu, provisoriamente, ao 14.º lugar.

Record
 
Topo